domingo, 6 de setembro de 2009

FLUIDO VITAL


O formigueiro

André acordou disposto e alegre; era domingo e ele poderia dormir até mais tarde.
Como não tinha aula, poderia brincar com seus colegas da rua.
Depois de escovar bem seus dentes, lavar o rosto, trocar de roupa e tomar um
bom café da manhã, sentia-se pronto para um dia alegre e divertido.
Avisou seus pais e foi até a praça, onde seus colegas costumavam brincar.
De longe, avistou Pedro e Luiz; eles estavam abaixados, olhando para um
formigueiro perto de uma velha árvore. Pedro o viu e foi logo dizendo:
_ Oi André! Você chegou em boa hora? Do que vamos brincar?
_ Olha para o chão, André. Está vendo estas formigas? Pois bem, nós
pretendemos ligar a mangueira de água lá dentro do formigueiro.
_ Mas assim vocês vão matar as formiguinhas!
_ E daí? Não é gente, é só formiga!
_ Mas Pedro, mesmo assim não está certo!
_ Diga-me uma coisa... Quem você acha que criou o mundo e tudo o que está
nele?
_ Ora, foi Deus, é claro! Mas o que isto tem a ver com as formigas?
_ Se Deus criou a água, as pedras, as flores, os animais, os homens, criou as
formigas também e tudo que foi criado por Deus, deve ser tratado com muito respeito.
_ Tudo na natureza tem sua função, tudo está em harmonia. Quando nós
matamos os animais só por matar, arrancamos as plantas, árvores e flores, estragamos a
grama, jogamos lixo na rua, estamos atrapalhando a harmonia do Universo.
História
_ Nossa! Não tinha pensado nisso!
_ Além de que, esta brincadeira não tem graça! Que graça tem ver as formigas
que estão trabalhando, carregando sua comida, morrerem afogadas?
_ Já pensou se fizessem isso com você?
_ Nem quero imaginar!
_ Viu como isto é ruim?
_ Vamos brincar de outras coisas. Que tal de pega –pega ou futebol?
_ Legal! Destas brincadeiras eu gosto!
_ Mas cuidado, vê se não me machuca, André porque também fui criado por Deus
e mereço respeito!
Fim.
Vocabulário
Anima: dá movimento
Fluido Vital: energia que promove a vida.
Fluido Universal: matéria primitiva.
Instinto: conhecimento sem aprendizagem, inteligência primitiva que garante a
sobrevivência.
Sensação: reage a estímulos externos como luz, calor, água, etc.
Bibliografia do cap.6: Seres Orgânicos e Inorgânicos- Brincando e Aprendendo o
Espiritismo, vol1- Ed.FEESP
Allan Kardec – O Livro dos Espíritos- cap.IV – livro Primeiro
Allan Kardec – A Gênese – cap. X – 1 a 19 e 24 a 25
Gabriel Delanne – a Evolução Anímica – cap.I – A Vida - item A.
Bibliografia: Brincando e Aprendendo o Espiritismo, vol.1- cap. 6- Seres Orgânicos e Inorgânicos -Ed.FEESP 3


Complete as palavras:
1. Os seres Orgânicos têm………………………… .
2. Os seres Inorgânicos não ……………….vida.
3. Conservo o Fluido Vital com vida correta e ................................ .
4. Prejudico o fluido vital com vida........................................ .

Desenhe em baixo das palavras o que se pede:
Seres Orgânicos:
Gato Pato Coelho

Seres Inorgânicos:
Casa Cadeira Lápis

Vamos fazer máscaras de animais: peixe, gato, cachorro, coelho?
Material: cartolina, lápis, tesoura, elástico ou palitos de churrasco.

Bibliografia: Brincando e Aprendendo o Espiritismo, vol.1- cap. 6- Seres Orgânicos e Inorgânicos -Ed.FEESP 1


0 comentários:

Postar um comentário