sexta-feira, 3 de agosto de 2018

ATIVIDADE: AÇÃO E REAÇÃO

Material: uma caixa de papelão sem o fundo, um retângulo de papel colorset ou duplex verde (do tamanho do fundo da caixa), papéis amassados, palitos de sorvete e pirulito, papéis de bala e chiclete saco plástico (se for saco de lixo pequeno, melhor ainda) e muitas flores de dobradura ou crepon.
1. Arrume previamente sobre a mesa o papel verde e a caixa de sapatos sem fundo. Comece a contar a história de uma pracinha que você conhece onde muitas crianças brincam, onde muita gente passa e onde todos jogam lixo no chão. Vá falando das pessoas e jogando o lixo correspondente dentro da caixa, ex: Lucas passou chupando picolé e, quando terminou o sorvete, jogou o papel e o palito no chão. Neste momento do conto, as crianças não estarão vendo o interior da caixa, só você. Quando terminar, pergunte quem quer ver como a pracinha ficou, no final do dia. Só então levante a caixa e mostre a sujeira.
2. Depois, continue a história: Um dia, porém, surgiu na praça uma turminha que precisava fazer um trabalho de escola. O trabalho devia propor alguma coisa para melhorar a comunidade em que viviam. E as crianças resolveram limpar a praça. Chegaram cedo com vassouras e sacos de lixo e foram catando todo o lixo espalhado (o que você irá fazendo, enquanto narra esta parte). Coloque a caixa de volta, escondendo a pracinha e conte que as crianças acharam a praça muito sem vida. Então, cada um foi à sua casa e trouxe uma mudinha de flor. João trouxe uma mudinha de flor vermelha (dizendo isto, coloque uma flor vermelha na praça)... Aninha trouxe várias mudas de flores amarelas... E assim, vá enchendo a pracinha de flores.
3. Conte que, enfim, a pracinha ficou muito diferente, muito mais bonita. Levante, então, a caixa e mostre a pracinha cheia de flores.
4. Eles, então, pensaram em confeccionar plaquinhas com dizeres como: Lugar de lixo é no lixo, Mantenha a pracinha limpa, Não pise na grama. Só que não tiveram tempo. Entregue cartolinas pequenas para que seus alunos confeccionem estas placas. Converse então sobre cada placa e suas possíveis conseqüências.


Fonte: Rita Foelker



ATIVIDADE: AÇÃO E REAÇÃO


quarta-feira, 11 de julho de 2018

AMOR A DEUS

Mensagem:  É bom quem dá bons frutos
Atitude de vida: Procurar ser bom
Material Utilizado:
1- Frutas diversas
2- Faixa: "Toda árvore boa dá bons frutos." (Ml.7:17)

 Aula
1- Ponto de Partida:
 Estão vendo estas frutas? Como são diversos os tamanhos, as formas e o sabor de cada qual! Umas são doces, outras azedas e outras meio-doces. Mas todas são bonitas.
Para que servem todas essas frutas tão gostosas?(resposta). sim de alimento... As frutas contém muitas vitaminas que tornam a gente bem forte e bem sadios, servem também para darmos alegria quando oferecemos a alguém. Quais as frutas que vocês apreciam mais?
Já ofereceram vocês frutas a seus amigos?... a seus irmãos?... a seus pais? Ficaram satisfeitos de receberem este presente?
2- Motivação:
 Julio zelou muito pela laranjeira e ela produziu muitas frutas. Como uma árvore frutífera, a nossa vida pode produzir muitos e bons frutos se nós zelarmos muito por ela. Poderá ser muito útil se nós agirmos bem, se prestarmos serviços aos nossos pais e colegas, se falarmos a verdade, se estudarmos bem... Esses bons frutos que nós podemos produzir são todas as nossas boas ações. Escutem o que diz Jesus: "Toda boa árvore dá bons frutos". (Mt. 7.17). "Pelos seus frutos se reconhece a árvore".(Mt 7:20).
Por nossas ações a gente reconhece se somos bons ou maus meninos. Todo menino bom age bem. Que tal sermos aquela boa árvore para darmos bons frutos?
4- Canto:
Quem fez lindas frutas?
Bem sei que não fui eu
Quem fez as lindas frutasw
Foi nosso Pai do Céu Senhor Nosso Pai do Céu
A ti nosso obrigado.

ATIVIDADES:
1- Você gostou da aula de hoje? Por que?
2- Qual o pedacinho que mais gostou? Por que?
3- Para que servem as frutas?
4- Como reconhecer uma árvore boa?
5- Como vocês podem dar bons frutos?
6- Como age um bom menino?
7- Quem nos fala da árvore que dá frutos bons?






FONTE: Apostila FEB