quinta-feira, 8 de novembro de 2012

NATAL


CORO INFANTIL -

Ó ÁRVORE! Ó ÁRVORE! PINHEIRO DO NATAL (BIS) TEU VERDE É COR O ANO INTEIRO, VAI DE JANEIRO A JANEIRO. EM TUA SOMBRA EU VOU CONTAR, JESUS EU QUERO TE ADORAR. DOS GALHOS TEUS VEJO PENDER, OS MIL BRINQUEDOS QUE EU QUERO TER.

VOZ - Árvore de Natal Reparem que esta árvore é diferente das demais. Substituímos as esferas coloridas por círculos de várias cores onde se lê:

ALEGRIA: Não desdenhes brilhar.
Amigo, você já observou o efeito renovador de um sorriso? Sorriso é raio de luz da alma.  É a luz, ainda mesmo no abismo, é sempre esplendor do alto vencendo as trevas.
Não negues a dádiva do sorriso seja a quem for.
Sorri na dificuldade. Sorri na luta.
Sorri na dor. Sua alma é sol divino.
Não desdenhes brilhar.

FÉ:  (CORO) Fé... Fé... Fé... De um grãozinho de mostarda
                       É... É... É... No coração que se guarda.
                       Fé...Fé...Fé... Para ser bem respeitada
                       Tem que ser raciocinada.

TOLERÂNCIA: A humanidade dispensa quem a censure, mas necessita de quem a estime.

CARIDADE: Ainda que eu falasse a língua dos homens e dos anjos, e não tivesse caridade, seria como o metal que soa ou como o sino que tine. E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse caridade, nada seria. E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse caridade, nada disso me aproveitaria. A caridade é sofredora, é benigna, a caridade não é invejosa, a caridade não trata com leviandade, não se ensoberbece... Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade; Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. A caridade nunca falha.

FRATERNIDADE : (HINO: AMOR E FRATERNIDADE)

ESPERANÇA: Não suprimas a esperança, de uma alma triste ou ferida.
Que a esperança é luz eterna na grande noite da vida.
Somente alcança a ventura aquele que não se cansa de trabalhar sem descer de sua própria esperança.

Quando o serviço prossegue, quem espera sempre alcança. Desengano deve ser recomeço da esperança.

PAZ: Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou. Não vô-la dou como o mundo a dá.

Quão formosos os pés dos que anunciam a paz, dos que anunciam coisas boas.
Guarda a paz de consciência se queres vida segura, todos somos procurados naquilo que se procura.

AMOR: E Deus amou o mundo de tal forma que deu o seu filho unigênito  para que todo aquele que nele creia, não pereça, mas tenha  vida eterna.

O amor em si tudo sabe sem que se saiba porque, escuta o que ninguém ouve, enxerga o que ninguém vê.

Nas quatro letras do amor, muitas vezes, noto a luz do coração torturado nas quatro letras da cruz.

(CORO) "AMAI-VOS  UNS AOS OUTROS COMO EU MUITO VOS AMEI".

VOZ: Para todos um bom Natal e um feliz 2013.

(CORO) O Natal é dádiva do céu à Terra, como ocasião de refazer e recomeçar.

VOZ: De todos os sentimentos o amor, - esse dom profundo, é o bálsamo com que Deus suprime os males do mundo.


GRUPO ESPÍRITA JOANA D'ARC


Nenhum comentário:

Postar um comentário