domingo, 20 de janeiro de 2013

A IMPORTÂNCIA DO PLANEJAMENTO FAMILIAR



Objetivo: Reconhecer as responsabilidades dos pais para com a educação material e espiritual da prole, que deve ser planejada de acordo com suas possibilidades.

Atividade:Pedir que formem duplas.
Distribuir cópias com desenho de móveis para cada dupla.
Pedir que recortem os objetos que estão na figura.
Entregar uma folha em branco para cada dupla “montar uma casa”.




Solicitar que:

--cada dupla planeje a melhor forma de distribuir todos os móveis na folha em branco,
--como quem distribui móveis num quarto, numa sala e na cozinha.
--deixando lugar para a passagem, circulação de pessoas.
Meta: planejar a casa, observando os espaços e tamanhos dos moveis.

 Perguntar:

 — Foi fácil distribuir os moveis pelo espaço?
 — Os móveis podiam ser arrumados de qualquer jeito?
 — O que aconteceria se cada dupla não fizesse um planejamento para a disposição dos móveis?

 Ressaltar que:

 Planejamento existe para organizar e facilitar a nossa vida, como vimos através da atividade.
Se planejar é importante para as pequenas tarefas, tornam-se mais importantes ainda com as coisas mais sérias da vida como, por exemplo, a família.

 Levar o grupo a refletir sobre o tema do “Planejamento familiar” através das seguintes questões:

 — Quais as coisas materiais indispensáveis, básicas, par que os filhos cresçam bem?
 — O amor pelos filhos também é importante para eles?
 — E o amor dos filhos pelos pais?

 Ressaltar que:

 Planejar uma família é analisar as condições de poder oferecer, não só as condições materiais indispensáveis, que mantêm a vida, mas também sentimentos como a paciência, a dedicação, a benevolência e outros, que constituem o amor.

Prece final.


Fonte: aula adaptada do Programa para Evangelização Espírita Infanto Juvenil desenvolvido por Conceição Salles (CEERJ).

Nenhum comentário:

Postar um comentário