segunda-feira, 4 de abril de 2011

Sinto-me feliz Quando Sou Gentil



OBJETIVO: identificar a gentileza como uma das formas de expressão de amorosidade em que se procura servir a sociedade com alegria e sem esperar recompensa.
- Quando você deseja passar entre duas pessoas, o que você diz? (com licença). O que te respondem (Pois não).
- Quando você deseja comprar um algodão doce, o que você diz ao vendedor? (por favor ...). Quando você recebe o doce, o que diz? (obrigado).
- Quando o dia amanhece e encontramos alguém, o que dizemos? (bom dia!). O que o outro responde? (bom dia).
- O que devemos dizer quando o carteiro/porteiro entregar a carta? (obrigado). Qual será a resposta do carteiro/porteiro? (de nada).

- Narrar a história “PEIXOTINHO, O PEIXINHO GENTIL”.
- Perguntar:
Qual foi o problema dos bichinhos que viviam no lago dourado?
O que peixotinho resolveu fazer?
Por que a campanha da limpeza no início não deu certo?
O que os animaizinhos do lago resolveram fazer? Deu certo?
- dizer que:
 existem certas palavras que, quando usadas, fazem as coisas boas acontecerem;
 como por exemplo: “por favor”, “obrigado”, “com licença” e “de nada”;
 tais palavras fazem as pessoas sorrirem e tornam o mundo melhor.
- Relaxamento: imaginar que estão viajando pelo espaço bem pertinho das estrelas. Você pode vê-las do tamanho de sua mão. Pegue uma delas e pense em uma palavra gentil para uma pessoa que você gosta. Mande esta estrela levar essa palavra para a pessoa que você pensou.

PEIXOTINHO, O PEIXINHO GENTIL

Peixotinho era um peixinho gentil. Vivia no lago dourado, bem pertinho da floresta encantada. Um lugar lindo! Ele gostava de ver as crianças brincando próximas do lago. Mas, um dia, o nosso peixinho viu uma coisa que o deixou muito triste.
Dois meninos, ao terminarem o seu lanche, jogaram as latas de refrigerante e outras sujeiras no lago dourado. Peixotinho então pensou:
- a casa dos filhotes dos homens deve ser muito suja! Agora eles vêm sujar a nossa casa também?!
O peixinho, então teve uma idéia brilhante. Pediu ajuda a todos os habitantes do lago dourado: patos, sapos, tartarugas e outros peixes, para que não deixassem ninguém sujar o lago. Todos apoiaram a idéia.
No dia seguinte o lago virou uma confusão! Isso porque, quando alguém ia jogar lixo, os patos atacavam dando bicadas. Também os outros animais reagiam de forma violenta. As pessoas, com raiva dos bichinhos, atiravam mais sujeira ainda nos lagos. Peixotinho viu que aquela não era a melhor forma, porque o lago estava mais sujo do que antes. Peixotinho convocou outra reunião. Pediu ajuda a Dona Tartaruga e para o pato Patoleco, que logo atenderam seu pedido.
-pessoas não entendem a língua dos bichos – disse Patoleco.
- brigar não ajuda em nada! – acrescentou D. Tartaruga.
- mas não podemos desistir! Temos que pedir às crianças que não sujem as águas do lago, porque, se isso continuar, vamos ficar doentes e morrer!
- o que vamos fazer?- perguntou Patoleco.
- tive uma idéia! – falou Peixotinho.
E logo contou para os seus amigos. Eles gostaram muito da idéia. Lançaram então a campanha: “Limpeza com Gentileza”. Será que dará certo?
Logo depois Raquel e Tiago estavam na beira do lago. Quando Tiago ia jogar uma garrafa vazia no lago, um grupo de patinhos, docemente pediu em coro: “ quá, quá, quá, quá” que em linguagem de pato quer dizer:
Atenção, meu amiguinho, eu te peço por favor, não suje o nosso laguinho, cuide dele com carinho!
As duas crianças se comoveram com a maneira gentil dos patinhos e desistiram de sujar o lago. Todos os habitantes do local agiram da mesma forma. “por favor”, “muito obrigado” e “com licença” eram as frases mais ouvidas no lago dourado.
A campanha “limpeza com gentileza” foi um sucesso! Também as crianças passaram a imitar os bichinhos e logo o mundo dos homens começou a fazer muitas coisas boas ... e todas com gentileza!
No dia seguinte uma placa bem bonita foi colocada em frente ao lago dourado:
Limpeza com gentileza
É uma campanha de paz.
Cuidar bem da natureza,
Quanto bem isso faz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário