terça-feira, 15 de março de 2011

A ENERGIA DIVINA ME FAZ SENTIR O AMOR




OBJETIVO: Apresentar a importância de estarmos em harmonia com as Leis Divinas, para que possamos viver em equilíbrio.
- arrumar a turma em duplas.
- Um dos componentes da dupla será o “fotógrafo‟, o outro será o modelo.
- o fotógrafo deverá arrumar ou sugerir posições ao “modelo”.
- As posições dos componentes da dupla podem ser revezadas, ou alternadas.
- O tema das “fotografias” devem ser “elementos da criação”, como árvores, animais, cachoeiras, etc.
- deixar que a turma vivencie movimentos engraçados e criativos, que favoreçam a expressão corporal.
- após a brincadeira, perguntar:
O que acontece quando remamos na direção contrária ao fluxo das águas?
Como um remador terá mais segurança e tranqüilidade?
Descendo o rio, isto é, seguindo a direção das águas?
Ou seguindo na direção contrária?
- dizer que:
O amor de Deus é semelhante às águas de um grande rio. Vivemos nesse “rio de amor”, que irradia permanentemente sobre nós, envolvendo-nos.
- o evangelizador deverá levar uma caixa, contendo tiras de papel com as seguintes frases escritas:

1- sentimos mais tranqüilidade e segurança, embora continuem os desafios,
2- a vida é semelhante a quem rema na direção das águas do rio contornamos mais facilmente os obstáculos, poupamos energia e saúde.
3- fazemos esforços desnecessários,
4- sofremos mais, os obstáculos são maiores,
5- podemos perder forças e saúde, corremos o risco de “afundar”.
- pedir que alguns jovens retirem da caixa as tiras de papel, e que leiam as frases para a turma.
- perguntar:
a) Quais destas sentenças correspondem a frase “ Quando vivemos com amor no coração e nos nossos atos, ou seja na direção do fluxo do amor de Deus”? “
b) Quais destas sentenças correspondem a frase “ Quando vivemos sem amor, distantes das leis de Deus, ou seja, na direção contrária ao fluxo do amor de Deus?
- dizer que:
A energia Divina é sempre o Amor que se irradia por toda parte. Mas para senti-lo, precisamos aprender a sintonizar com ele, desenvolvendo-o, aos poucos, em nós.
Sempre que erramos, isto é, agimos na direção contrária às Leis Divinas, sofremos. Esse sofrimento nos mostra que não escolhemos o melhor caminho. Quantos sofrimentos criamos pela ambição, pela ilusão do poder, pela irresponsabilidade!...
Quando entendemos que é melhor seguir o caminho do Amor a Deus e ao próximo, passamos a ter mais equilíbrio, nos libertamos dos vícios, das ilusões e, em conseqüência de muitos sofrimentos.

- fazer um relaxamento: estão em um lindo rio, remando a favor da correnteza, que é a direção do fluxo da energia Divina. Se sentem leves, como se estivessem flutuando no belo céu quesê acima, azul e muito iluminado pela luz do sol.

Nenhum comentário:

Postar um comentário