sexta-feira, 10 de setembro de 2010

MEIOS DE COMUNICAÇÃO

UNIDADE:A SOCIEDADE
TEMA BÁSICO: MEIOS DE COMUNICAÇÃO
Objetivo:
Identificar as consequências das nossas palavras e das mensagens transmitidas pelos meios de comunicação.

FAIXA ETÁRIA:8 A 12 ANOS

ATIVIDADE INTRODUTÓRIA

Dizer que contará um caso e pedirá, depois, opiniões do grupo:

Um menino morava numa cidade cortada por um rio onde as crianças costumavam banhar-se.
Quando chovia, as águas subiam e o rio tornava-se perigoso para banhos.
Por várias vezes, querendo brincar com os colegas, entrava no rio e gritava:
- Socorro! Socorro! Estou me afogando!
Muitos corriam mas viam que era uma mentira para fazer uma brincadeira de mau gosto.
Um dia, depois de forte chuva, o menino entrou no rio, mas logo viu-se em dificuldade com a correnteza. Gritou por socorro, mas ninguém apareceu.
Gritou novamente e bem forte pois sabia que podia ser ouvido pelos moradores do local.
Somente algum tempo depois encontraram o menino quase desmaiado, em outro local. Levado pela correnteza, conseguiu salvar-se por ter se agarrado a um tronco de árvore que boiava na água.

ATIVIDADE REFLEXIVA
Explorar o caso por meio de perguntas como, por exemplo:
- O menino poderia ter perdido sua vida. Devemos participar de divertimentos que coloquem em risco a vida? Por quê?
- Por que ninguem socorreu o menino?
- Uma pessoa que costuma mentir merece confiança?

Refletir com o grupo sobre os seguintes conceitos:
Quando falamos criamos vibrações, boas ou más, que afetam todas as coisas.
O cientista japonês Masaru Emoto fez, durante oito anos, uma pesquisa séria sobre a água,  a qual já foi publicada. Ele verificou que a água colocada no meio de pessoas que estão em oração ou dizem palavras de bondade, quando congelada, forma cristais de formas harmoniosas e belas. (anexo 1)


Ao contrário, quando colocada no meio de pessoas que discutem ou têm maus sentimentos ao ser congelada, os cristais perdem a sua forma (anexo 2).

Essa experiencia, além de muitas outras, foi repetida muitas vezes, apresentando sempre os mesmos resultados. Essa constatação nos leva a várias reflexões.
A palavra quando usadas no lar para agredir, afetam a qualidade da água que as pessoas bebem e também seus corpos, pois nosso corpo tem 70% de água aproxidamente. As palavras que ofendem e magoam afetam também emoções, gerando doenças.
As palavras que falamos ou escrevemos também têm consequências na vida social. Por exemplo, a mentira traz desconfiança ou descrédito( como no caso da atividade introdutória); a maledicência pode afastar amigos etc. A nossa fala revela, se somos mansos ou agressivos, verdadeiros ou falsos, humildes ou arrogantes. Mesmo o que quer enganar não conseguirá por muito tempo
Devemos pensar antes de falar. Um sábio da antiguidade disse que devemos passar por três crivos(peneiras) o que queremos falar:
O primeiro crivo é o da verdade (anexo 3). Só devemos falar se tivermos certeza de ser verdadedeiro o que pretendemos dizer.



O segundo crivo é o da bondade (anexo 4), isto é, pelo menos deve ser bom o que pretendemos dizer.




O terceiro crivo é o da utilidade (anexo 5). Hqaverá algum proveito no que pretendemos falar.



Pedir ao grupo que passe pelos três crivos uma situação não comprovadamente verdadeira. Reforçar a importância do uso do critério acima, o que trará paz individual e social.
Pedir que os participantes se organizem em quatro grupos(permitir que façam por afinidade para criar clima de confiança.
Propor que cada um converse no subgrupo, sobre o que está indicado no anexo 6:
Palavras
1- que acalmam quando você está aflito.
2-que estimulam você a estudar.
3- que assustam e afligem você.
4- que gostaria muito de ouvir.
Um dos participantes será o secretário do subgrupo e anotará as respostas.
Ao final, os secretários lêem o que foi anotado, sem necessidade de identificação. As folhas poderão ser recolhidas pelo educador para seu estudo.

ATIVIDADE CRIATIVA

Ouvir as conclusões. Propor a cada subgrupo que crie uma situação baseada em uma das respostas do item anterior e dramatizá-la.

MEDITAR:

QUE MINHAS PALAVRAS SEJAM SEMPRE DE VERDADE E PAZ


Fonte: Educação do Ser Integral-LFC

Nenhum comentário:

Postar um comentário