terça-feira, 24 de julho de 2012

AMOR A JESUS

Objetivo:

Identificar formas de conduta que revelam nosso amor a Jesus.

ATIVIDADE INTRODUTÓRIA

Pedir a colaboração de um participante para que através de mímica, sem falar, transmitir uma mensagem de carinho para o grupo como, por exemplo: “Eu gosto muito de vocês”. A turma deverá descobrir a mensagem.

ATIVIDADE REFLEXIVA

Dizer que podemos expressar um sentimento através de gestos e de outras formas. Pedir que pensem que outras formas poderíamos usar para transmitir aquela mensagem.
Dialogar com o grupo sobre as seguintes questões:

Ficamos felizes ao receber uma expressão de carinho de uma pessoa querida. Da mesma forma que gostamos de receber, precisamos também retribuir, pensar no que convém ao outro. Quem só pensa em receber revela egoísmo.
Jesus foi um grande amigo, que ficou durante algum tempo entre nós. Ele teve verdadeiramente atitudes de amor para com todos. Por esse motivo muitos procuraram seguir-lhe o exemplo. Fabiano de Cristo foi uma dessas pessoas. Ele cuidava das doenças e fazia o bem a todos em homenagem a Jesus (anexo 1). Fazer o bem em nome de Jesus é a maior homenagem que podemos prestar a ele.


Pedir que o grupo comente algumas formas de demonstrar o amor a Jesus.
Ouvir as contribuições e acrescentar que há a outra forma de homenagear Jesus: é trocar no coração um sentimento ruim por um sentimento bom. Dizer que ouvirão a história de alguém que demonstrou seu amor a Jesus mudando as suas atitudes.

Narrar: A HISTÓRIA DE UM HEROI

Perguntar, estimulando a reflexão:
-Quando Saulo viu que estava errado? O que fez, então?
-Como o antigo Saulo, agora já Paulo de Tarso, demonstrou seu amor a Jesus?
-Como devem ser as atitudes de um verdadeiro herói?


Concluir dizendo que o verdadeiro herói é o que tem humildade de reconhecer seus erros e coragem para mudar de atitude, tal como fez Paulo. Dessa forma ele demonstrou também o quanto amava e estava grato a Jesus.

ATIVIDADE CRIATIVA

Distribuir o anexo 2. Dispor lápis, borracha e lápis de cor.
Propor que contem a historia de Paulo em forma de desenho em quadrinhos.



Prece Final


A HISTÓRIA DE UM HERÓI

Fig.1 – Pai, por que o meu nome é Paulo? – perguntou um dia o menino a seu pai.

O pai levantou os olhos do jornal e respondeu:

-Você  recebeu esse nome em homenagem a um grande herói.

-É mesmo? ! Fale sobre ele, por favor!

-Há muito tempo atrás, não era fácil ser um cristão, pois poderia até parar na prisão. Paulo de Tarso foi um grande perseguidor dos seguidores de Jesus!

-Epa! Você não falou que ele era um herói? – interrompeu Paulinho.

-Calma! A história ainda está começando... Nessa época ele era conhecido como Saulo. Um dia, ele perseguiu um velhinho indo para uma cidade chamada Damasco; mas ao chegar lá, algo muito estranho aconteceu.

-O que foi? – perguntou o menino.



Fig.2 - Uma luz desceu do céu e tomou a forma de um homem que olhava para ele. E o homem lhe perguntou:

‘Saulo, Saulo! Por que me persegues?”Ele ficou muito assustado e quando perguntou ao ser de luz quem era ele, a resposta foi simples: “Eu sou Jesus”!” Foi então que Saulo reconheceu a grandeza de Jesus e quanto estava errado em tudo o que fez.

-Coitado! Ele deve ter ficado com muita vergonha por ter perseguido os amigos de Jesus, não é? –perguntou Paulinho.

-Ficou sim. Mas em vez de ficar chorando em um canto, tratou logo de reparar o mal que fez para as pessoas. Pediu desculpas aos amigos de Jesus, a quem perseguiu, e passou a divulgar a Sua mensagem por várias cidades. E não foi uma tarefa fácil, não!

-Por quê? – quis saber Paulinho.


Fig.3 – Porque se tornou cristão, Saulo foi abandonado pelos amigos, perseguido, preso e maltratado. Até mesmo um navio em que estava, como prisioneiro, afundou; mas ele nunca desistiu de seguir a Jesus! Foi nessa época que mudou o nome para Paulo.

-Nossa! Como ele era corajoso! – falou Paulinho.
-Mas o maior ato de coragem não foi o de enfrentar muitos perigos, mas sim, reconhecer que estava errado e mudar de atitude! Ele mudou por amor a Jesus. O que você acha de Paulo de Tarso agora que conheceu um pouco da sua história?
- perguntou o pai.
-Ele é um verdadeiro herói! – respondeu Paulinho.



 
























  








Nenhum comentário:

Postar um comentário