terça-feira, 11 de abril de 2017

VERDADE + MENTIRA



Objetivos: estimular as crianças a sempre falar a verdade e permitir que elas mesmas concluam as conseqüências de uma mentira

Materiais necessários: caixa de papelão, microfone (desligado), roteiro com perguntas para respostas verdade ou mentira, ficha para grupo de cças responderem às questões, folhas de sulfite com frases sobre verdade/mentira escritas em giz branco, algodão, tinta guache.

Descrição:
  • Prece inicial
  • Introdução ao tema
  • Dinâmica entrevista: faça uma entrevista usando uma televisão imaginária (uma caixa de papelão)
O evangelizador deve contar fatos (ou ser entrevistado por uma das cças) de sua vida qdo criança e as crianças (divididas em grupos) deverão anotar num papel V ou F para cada situação. Todas as afirmações serão verdadeiras. Verificar qual grupo acertou mais. Se houver interesse as cças poderão revezar na entrevistas. FECHAR : SE ALGUÉM MENTIU, POR QUE FEZ ISSO NA BRINCADEIRA, ETC ETC

Depois conversar sobre a importância de se falar a verdade. O que eles acham? È certo mentir?Perguntar se eles sabem de alguma história de mentira que acabou mal? Você conhece alguém que não diz a verdade?
É importante dizer a verdade para que o nosso relacionamento se baseia na confiança. Quando há verdade no relacionamento, nós nos sentimos seguros e amados. Mas às vezes é preciso ter coragem para contar a verdade, quando, por exemplo, alguma coisa dá errado ou quando fizemos algo que nós deveríamos ter feito.


  • Contar a história “Vermelha de Vergonha”
  • Abordar aspectos da história: mentir, ganância, trabalho honesto.
  • Distribui as folhas que aparentemente estão em branco: fazer pintura surpresa umedecendo algodão em tinta guache bem diluída e passar sobre a folha deixando-a secar. Fazer associação com a verdade: Ela sempre aparece!!!

HISTÓRIA VERMELHA DE VERGONHA - Maria Coivo Villela - Editora Àrvore da vida

Ainda estou vermelha de vergonha,
Sinto o rosto queimar,
Meu coração parece que apanha,
Preciso me acalmar,
Mas, se alguém me acompanha,
Vou minha história contar.

Tudo começou quando ganhei de presente
Uma carteira diferente.
Fiquei empolgada
Queria enche-la de trocados.

Enquanto papai o carro lavava, eu o ajudava;
Assim umas moedas sempre ganhava.
E minha carteira estufava

De repente virou mania:
Quando mais tinha, mais eu queria.
Por mais dinheiro querer
Acabei por feio fazer

Um dia, com o Lucas fui brincar
Brinquedos havia no quarto inteiro;
Mas senti sede, e água fui tomar
E vi na mesa muitas notas de dinheiro

Pensei:
Se uma dessas eu levar
Minha carteira mais cheia vai ficar
Puxei uma e no bolso escondi
E pra casa logo corri

Ao chegar, fui logo mostrando:
__Veja o que a mãe do Lucas me deu!!!
Mamãe olhou com espanto
E minha trama percebeu
Por que será que a mãe da gente
Sempre sabe quando criança mente?

___Mentira tem perna curta
E tudo o que furta
Será logo descoberto
E deixará o esperto boquiaberto

Com a mãe do Lucas, mamãe foi conversar
E num instante da verdade ficou a par;
Da mentira se certificou
E seu coração quão triste ficou!!!

Mamãe me chamou
E bem séria disse assim:
___Filha, o que não era seu você pegou
E ainda mentiu para mim

Quando papai chegou
Veio falar comigo;
Mas bravo não ficou, foi conversa de amigo:
___Filha nós não podemos mentir nem pegar as coisas dos outros. Jesus ensinou a falar a verdade sempre e assim devemos fazer.
Agora pegue este  dinheiro e vá devolver

Eu tinha de ir
Não havia saída;
A mentira eu ia admitir
E uma bronca seria merecida

Toquei a campanhia da casa do Lucas,
Devolvi o dinheiro e pedi mil desculpas,
Mas nem bem terminei de falar,
Saí correndo para não chorar

Aprendi a lição
Ainda estou vermelha de vergonha,
Sinto o rosto queimar;
Meu coração parece que apanha
Mas já posso me acalmar



Nenhum comentário:

Postar um comentário