segunda-feira, 13 de junho de 2016

LIVRE- ARBITRIO- LEI DE CAUSA E EFEITO





Prece inicial:
Primeiro momento: em círculo, coloca-se um cartaz no chão, com o seguinte questionamento:
Somos realmente livres?
Segundo momento: colocar, ao lado (no chão) outros cartazes, um a um, com argumentos que provoquem dúvidas nos jovens, se a liberdade é real:
1 - E a obediência às leis e regulamentos civis?
2 - E as convenções e responsabilidades com a sociedade?
3 - E as nossas obrigações com a família e os parentes?
4 - E a união compulsória do espírito ao corpo?
5 - E a preocupação com a preservação e sustento do corpo físico?
6 - E a imposição do trabalho como necessidade de sobrevivência?
Terceiro momento: os tópicos devem ser comentados, relacionando a liberdade com a lei de causa e efeito.
Quarto momento: os jovens devem concluir que somos livres, mas nosso livre-arbítrio está interligado às suas conseqüências e à liberdade de nossos irmãos.
Quinto momento: expor mais dois cartazes, resumindo o tema do encontro, com as seguintes frases:
"A liberdade de fazer o que se quer está condicionada à liberdade de fazer o que se deve." (Livro da Esperança)
"Todos somos livres para desejar, escolher, fazer e obter, mas também somos constrangidos a entrar nos resultados de nossas próprias obras." (Emmanuel / Encontro Marcado)
Prece de encerramento


Nenhum comentário:

Postar um comentário