sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

DINÂMICA DE INTEGRAÇÃO




A CARRUAGEM

Objetivo:

Chamar a atenção para o trabalho em grupo e para a busca da Causa, e evitar o individualismo.

Duração:

Aproximadamente 10 minutos

Material:

Folha com a descrição do jogo e papéis com personagens para distribuir para o grupo. Cada participante deve receber um personagem que pode se repetir, conforme a necessidade.

Procedimento:

Personagens
Cocheiro
Roda
Passageiro Magro
Passageira
Menininho Chorão
Banco
Porta
Molas
Cavalo
Carruagem (todos)

Facilitador: “Vou contar uma história. Quando eu citar o seu personagem, você deve levantar-se e bater uma palma e logo se sentar. Quando eu disser CARRUAGEM, todos devem levantar e bater 2 palmas e logo sentar.”
Em seguida narrar à história abaixo. Repetir 2 ou 3 vezes caso seja necessário, até que o grupo consiga desempenhar a tarefa.
A viagem estava atrasada porque o cocheiro estava consertando a roda dianteira da carruagem. O atraso o deixava cada vez mais irritado, e o passageiro magro andava de um lado para o outro enquanto a passageira acalmava o menininho chorão.
Quando a carruagem ficou pronta, o velho cocheiro apressou-se em fechar a porta e tirar o capim do cavalo, para iniciar a viagem da carruagem.
O passageiro magro acalmou-se e até sorriu para o menininho chorão que, agora todo feliz, fazia ranger com seus pulos as molas do banco da carruagem.
A carruagem iniciou a viagem puxada pelo cavalo enquanto a passageira sorria para o passageiro magro. Mas, de repente, o cavalo tropeçou, o banco inclinou, a porta se abriu e o cavalo se assustou, obrigando a carruagem a parar para consertar a mola do assento e a roda que havia se soltado novamente da carruagem.

Desfecho:
Questionar o grupo se a tarefa foi fácil ou difícil. Em seguida pedir que narrem a história completa. Provavelmente eles não saberão narrar a história com todos os detalhes. Abrir uma discussão no sentido de mostrar que enquanto cada um estiver prestando atenção somente em suas próprias atribuições o trabalho com um todo está passando despercebido.
- Envolver assuntos do tipo trabalho em grupo, o trabalho pela causa o comprometimento, a ajuda mutua, etc.

- Concluir por fim que a “Evangelização é para todos”, mas também é de “Responsabilidade de Todos” – O ANDAR DA CARRUAGEM DEPENDE DE TODOS NÓS!

Nenhum comentário:

Postar um comentário