quinta-feira, 23 de junho de 2011

VALORIZAÇÃO DA PROPRIA VIDA

Objetivo:

Valorizar a vida em geral e, particularmente, a própria existência.

Atividade Introdutória

Colocar sobre uma mesa: pedrinhas, uma plantinha, pequenas margaridas naturais e outras semelhantes, porém artificiais.

Pedir a uma criança que separe o que pode crescer e morrer.

Atividade Reflexiva

Perguntar ao grupo se a criança separou corretamente e por que crescem e morrem. (O objetivo da atividade é a percepção, pela criança, do fenômeno da vida).
Continuar o diálogo:
– Que acontece se eu colocar na terra a plantinha?
– Que acontece se eu plantar as pedrinhas?
– Como o colega reconheceu as margaridas que têm vida?
– Que outros seres têm vida?
– Que outras coisas não têm vida?
– Quem deu vida aos seres?
– Quais os seres vivos mais importantes que Deus criou?
– Como devemos tratar tudo que tem vida? Sabem por quê?
Concluir que a vida vem do amor de Deus e tudo que tem vida deve ser cuidado, não o destruindo sem necessidade.
Mostrar as figuras dos anexos 1, 2 e 3. Perguntar quem está fazendo ações certas e quem está fazendo ações erradas e porquê.


Concluir que:
- Deus está em todos os seres.
- Devemos respeitar e cuidar de todos os seres vivos, desde as plantinhas até as pessoas.

Atividade Criativa:

Distribuir massa plástica, pedindo que as crianças, em suas mesas, façam coisas que Deus criou e nós devemos cuidar.

Com o material criado, e mais sucata se necessário, montar um cenário sobre um pedaço de madeira ou papelão.

Pedir que as crianças digam frases bonitas sobre o que fizeram. Escrevê-las, colocando-as em destaque.

Harmonização Final/ Prece

Colocar fundo musical suave e pedir que as crianças façam relaxamento. Fechando os olhos, sintam os movimentos respiratórios colocando a mão sobre o peito.

Meditar:

A vida vem do amor de Deus. Obrigado pela vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário